A IMPORTÂNCIA DO CÓDIGO DE CONDUTA

Buscamos entender o Código de Conduta como um conjunto de regras que estabelece valores e orienta as ações esperadas dos colaboradores internos e que estejam de acordo com os princípios da organização. Basicamente é um instrumento de divulgação da filosofia, da visão, da missão e dos valores da empresa.

A partir do escândalo que levou ao impeachment do Presidente Collor, em 1992, até o presente momento, a sociedade brasileira vem sendo sacudida por escândalos frequentes. As práticas de corrupção se acentuaram com o Escândalo do Mensalão, em 2005. A sociedade esperou que os corruptos diante e das graves denúncias que foram alvo e condenados sustassem sua ação deletéria. Mas isso não aconteceu. Piorou. E até o presente momento, com a Operação Lava Jato, iniciada em 2014, centenas de pessoas públicas e privadas cumprem penas nas prisões. E está claro que mais pessoas serão provavelmente condenadas.

É tão relevante esse conceito e a importância para a reputação das empresas que citamos o exemplo de Sergio Marchionne, ex-executivo da Fiat. Disse ele ao destacar a relevância da conduta dos seus colaboradores: “Vamos continuar a trabalhar e olhar para o futuro nos mantendo fiéis aos princípios de integridade, humildade e respeito que nos trouxeram tão longe.” As empresas reconhecem que não basta apenas constar “palavras” no seu portfólio e estar inserido na “home” de sua página na internet. É preciso que as atitudes e o comportamento da empresa como um todo possa refletir o que se propõe a instituição a fazer no mercado.

Impõe-se, no entanto, a consideração sobre o elemento fundamental no processo. O colaborador que integra uma organização pública ou privada, que tem deveres e obrigações diárias a desenvolver. Para tanto a noção da individualidade requer uma postura ética condizente que significa postar-se dentro de um comportamento adequado, centrado no compromisso disposto nas ações diárias pautadas na normalidade, no rigor das normas e regulamentos. E não, às escuras, se corromper.

Neste contexto, uma Ouvidoria ou simplesmente um canal de denúncias torna-se fundamental dentro de uma organização pública ou privada. Esses canais não se limitam apenas a receber manifestações sobre os serviços prestados, mas também ao comportamento e atitudes de colaboradores da própria instituição. Por isso, o papel da Ouvidoria também se revela importante em assegurar que desvios do Código de Conduta sejam devidamente notificados e apurados pela organização.